Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 13 - "Isto é um aviso"

Capítulo 13 - "Isto é um aviso." 

 

- Posso saber porque razão estamos nós... aqui? - Esbracejou. - Na secundária que não pretendo ter memórias?

- Don't be silly. - Colocou o braço à volta do ombro da namorada. - Tens, no mínimo, uma grande memória: Eu! E sabes porquê? Porque foi neste preciso corredor que choquei contigo umas três vezes e me apaixonei. Todos me avisaram e tinham razão. Apaixonei-me por ti. - Coloca o cabelo de Andie atrás da orelha fazendo-a sorrir. - Não chores por causa do que dizem. I love you.

Andie riu-se limpando as lágrimas. Estava tão feliz por ter Robert a seu lado. Melhor postura e conselhos era mesmo impossível de ter. - Eras tão antipático naquela altura...

- Não era nada! - Deu um encontrão à namorada. Ambos riem-se ao relembrar aqueles momentos. - Tu é que andavas sempre de guitarra ao braço com ar de marrona!

O clima terminou com um toque e vibração especifico. Sinónimo de chamada.

- Tenho de atender esta. É o Cam - Bastou um revirar de olhos de Robert para a rapariga se afastar e atender o telemóvel. Ainda viu o namorado Robert saudando alguém, "só swag" ou algo parecido, que não lhe era nada, nada estranho. Após terminar a chamada, acenou, indecisa entre a possível aproximação. - Hey, Robert?

- Babe, quero que conheças o meu grande amigo... - Fora interrompido por Andie meia boquiaberta.

- Eu sei quem tu és! És o outro "vampiro"! - Exclamou, brincando. Os três riram-se.

- Sou o Paul, sim... o outro "vampiro"! - Apresentou-se Paul mexendo no cabelo. Paul Wesley. - E tu és a Andie, a namorada. Muito prazer!

- Igualmente! - Sorriu.

- Tu vês "The Vampire Diaries"?

- Vejo! Tu, a Nina e o Ian fazem dos melhores trios que já vi em televisão! 

- Por falar neles, como estão? - Interrogou Robert.

- Fantásticos, penso eu. Não falo com o Ian desde o mês passado, está no Japão de férias, o sortudo! E a Nina, falei no fim-de-semana.

A rapariga deu o braço ao namorado: - Importas-te de dar um autografo à minha irmã? Ela ia adorar, tenho a certeza!

- Of course not! - Arrancou um pedaço de papel que estava abandonado num cacifo e assinou. - Aliás, temos de tirar uma fotografia! Não é todos os dias que eu encontro esta pessoa em LA

- Claro, porque agora o meu querido Paul descobriu as redes sociais! - Ironizou. - Come on, Ands, junta-te a nós! - Era agora, depois daquela fotografia, Andie ia ser conhecida como "A" namorada de Robert Pattinson.

Hesitou.

Colocou-se no meio dos dois rapazes e sorriu.

- Feito! - Gritou Paul animado. - "Guess who I found? Perfect couple! #selfie #friends #myloves"

Passaram o dia juntos, meia tarde com Paul Wesley, mas chegara a hora de deixar Andie em casa e esta, insistira para entrar também.

 

***

- Na primeira temporada ela morre, mas não me lembro de ter nen... - Não terminou a frase. Ao entrar em casa não havia maior surpresa de ver os seus pais de volta da viagem ao Brasil. - Mãe? Pai? Já chegaram! - Foi ter com os pais dando-lhes um grande abraço. Robert fechou a porta, mas permaneceu na entrada. Não esperava conhecer os pais de Andie tão cedo. Puxou do iPhone 5 e rapidamente organizou as ideias. 3 chamadas não atendidas. 5 novos emails. 6 novas mensagens

2 de Zac.

"Acabei de te inscrever num ginásio. Do not kill me" e "Era uma promoção qualquer para ficar mais barato. Assim vamos os dois, wii".

A sua mente estava em profundo riso, apenas escreveu: "Satisfeito por estares mais alegre! lyy", mantendo-se atento ao mundo real.

- Como estás querida? Cortaste o cabelo! Fica-te tão bem!

- Obrigada! E também o pintei, eu mandei-vos uma fotografia, viram? - Notara que a mãe não tirava os olhos do seu novo corte de cabelo. Kelly acabou por descer, acenando à irmã. Estava tão feliz por ver de novo os pais que se esquecera totalmente de Robert.

- Claro que vimos, mas estás muito melhor assim, do que com aquele encarnado! - Reconheceu a mãe. Apercebeu-se que havia mais alguém. - Boa noite...

- Boa noite. - Cumprimentou Robert inquieto. 

- Bom, Mãe, Pai: este é o Robert, o meu namorado. - Aproximou-se do britânico e deu-lhe a mão. Era um momento há muito pensado por Andie. O seu Pai ficou petrificado junto às escadas. - E nós vamos morar juntos. Na próxima semana. - Mais petrificado ficou.

- Parece que foi o dia das novidades, visto que aqui a tua irmã também namora! - Exclamou a mãe. - Robert, quer ficar para jantar? Acho que conheço a sua cara de algum lado.

- Sim, por íncrivel que pareça, estamos felizes! Nós fazemos as nossas próprias fairytales. - Afirmou Kelly sorrindo para a irmã. Desde à muito que Kelly não sorria daquela forma. Daquela forma... contagiante.

- Era um prazer! - Exclamou. - É possível, da televisão ou assim... - Rapidamente se pôs mais um prato na mesa. A mãe das raparigas estava fascinada com Robert, falaram imenso sobre filmes e até mesmo sobre a sua vida pessoal. Kelly deu um pontapé debaixo da mesa à irmã de modo a chamar a atenção. 

- Thanks, sister! - Mostrou o cartão autografado por Paul Wesley e sorriu. - Como é ele? 

- Muito simpático!

- És a melhor! Hum, o Ethan foi a New York hoje. - Informou enquanto comia.

- Então, há novidades?

- Ainda não sei mais nada, mas ele espera ter as informações necessárias para que a Ashley possa ver a criança. A única coisa é que as aulas estão prestes a começar, como vamos arranjar tempo para ir a NY sem que ela desconfie? É suposto ser surpresa. - Aproxima-se mais da irmã, criando suspanse. - Eu pensei numa coisa. - Andie levantou a sobrancelha. - Pedir a guarda de uma semana, no máximo, com a assinatura da Ashley. 

- Kelly, não! É muito grave. - A irmã revirou os olhos, o que levou Andie a insistir: - Estou apenas a avisar-te, isso é perigoso. Para além do mais, acho que não é possível... - Respirou fundo enquanto limpou a boca com o guardanapo. - Pensem bem no que querem fazer, sem magoar a Ashley. É suposto ser uma coisa boa, não algo que acabe com a vossa confiança.

 

*** 

No final do jantar, as mulheres da casa estavam a arrumar toda a loiça, enquanto que os homens ficaram na sala a ver uma notícia na televisão. Até que os ânimos se exaltaram.

- Eu sei que você é um ator todo xpto de Hollywood, que já trabalhou com este e com aquele, ganha não sei quanto por hora e até trabalha em embaixadas do ranheta, mas a mim... não me engana. Não me engana como engana a minha mulher.  - Exaltado, talvez com algum álcool no sangue, levantou-se do sofá e atirou o cálice ao chão, partindo-o. Ou chamando a atenção?

Levantou-se repentinamente, admirado. - Desculpe, mas eu fiz alguma coisa de errado para o Sr. me falar assim?

- Sim! Não chega aqui e pensa que é tudo seu, está a compreender? Você não é ninguém.

Aproximou-se Kelly de repente. Rapidamente apercebeu-se da situação. - Que se passa? Eu ouvi algo a partir-se, vim ver se está tudo... - Era mais que evidente. - bem. ANDIE! - Gritou.

- Vai-te embora, Kelly. - Exigiu o Pai, Kelly afastou-se um pouco. - Eu não o quero cá. Isto é um aviso. Não o quero perto de nenhuma das minhas filhas e... - Robert interrompeu. Estava enervado.

- Desculpe, mas acho que devem ser elas a decidir o que querem. Já são crescidinhas!

- Ainda estou a falar, não me interrompa! Não quero que vá morar com a Andie, é ainda uma miúda! E não tenha ideias de a levar para outra vida se não a dela, está a compreender? 

- Não, faça-me um desenho. 

Tentou acalmar-se, mas já era tarde de mais. Pegou no casaco e lentamente foi afastando-se.

- Eu não aprovo o vosso relacionamento. Não há consentimento, seu parvalhão.

- Pai! Que vem a ser isto? - Apareceu a outra filha admirada. Nunca tinha visto o pai assim. - Robert, onde vais?

- Deixa o neurótico ir.

Kelly interviu, assustada. - Párem, ok? 

- Nós não somos crianças e... já não sou a tua menina.

- Lamento dizê-lo, mas não me recordo de nem eu, nem a sua filha lhe ter pedido opinião. - Ao virar-se, deparou-se com Andie na sua frente. Todos os olhos estavam postos nele. - Estou de saída.

 

Última sexta-feira do ano, boo boos ☀

um beijinho,

Annie 

12 comentários

Comentar post