Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 15 - "A Little Less Conversation"

Capítulo 15 - A Little Less Conversation

 

katie, josh duhamel, and alex image

Romance.

Concordemos ou não, é o assunto do dia. 

(...)

Romance acontece quando pensas na outra pessoa, mas é suposto estares a pensar noutra coisa.

 

Baixou o jornal, acreditando tratar-se de pura perseguição. Voltou-se e deu de caras com Alison, encostada à ombreira da porta, observando-o. O seu olhar tão pacífico, mas intenso.

Ainda comemorando o Dia de Ação de Graças, o Resort organizou uma pequena, luxuosa, recepção aos sócios.

- Tens medo do Chad?

- Claro que não - Respondeu de seguida, guardando o jornal.

- Então por que é que ages assim?

- Já te disse que não...

Ela interrompeu, falando quase em simultâneo. - Eu sei. Não sabes o que se passa contigo...

- Não devias estar aqui, miúda. 

- Pára de me chamar miúda - Pediu, nunca deixando de perder a calma. Sabia que estava a tentar despachá-la. - Eu é que não sei o que raio vai na tua cabeça. Por que, num dia, dizes-me que isto já não é a tua cena, mas parece que ainda é. Portanto, agora, é a minha de dizer... - Aproximou-se de Liam, colocando-lhe a mão no coração. - Preciso mais do que isso.

Afastou-se da rapariga, encostando-se ao balcão, cruzando os braços - Tens razão, presta atenção - Começou. - Felizmente, vivemos num mundo cheio de raparigas bonitas. Eu sempre olhei e apreciei olhar e, atualmente, não consigo olhar para elas. Queres o motivo? Não consigo tirar os olhos de ti! E desde aquela sexta-feira que te sentaste no meu lugar... Não deixei de pensar em ti. É claro que sentia que tinha de parar, mas não conseguia... Não consigo! Então, respondendo à tua questão...

- Eu sou o problema... Já percebi. 

Deixou a cozinha num piscar de olhos, enquanto Liam questionava o que tinha acabado de acontecer. Frenético, tirou o avental e seguiu-a. O salão estava a abarrotar, mas não foi difícil encontrá-la. Sobressaiu logo a sua blusa avermelhada que fazia contraste com a sua pele clara. Para ele, era a mulher mais atraente que viu nos últimos tempos.

Ele aproximou-se, deu-lhe um leve toque no ombro esquerdo e beijou-a. Alison beijou-o de volta e depois olhou para os grandes olhos verdes, colocando os braços à volta do pescoço, sorrindo, fazendo Liam afirmar: - Menos conversa...

- O que é que eu vou fazer contigo? - Questionou, genuinamente.

- Tenho sugestões. Mas este pode não ser o sítio indicado para elas.

- Leva-me.

 

***

Correram até um dos quartos do Resort, despiram as roupas e finalmente se entregaram "de corpo e alma" ao desejo que nutriam um pelo outro. Durante aquelas horas, a única coisa que importou foi só mesmo o outro. Colocaram para trás a conversa de cozinha maçuda para passarem a algo menos entediante.

Estavam tão juntos, tão íntimos, tão... Suados.

Já ofegantes, deitaram-se lado a lado, apenas rindo. Alison adormeceu primeiro, porém, pouco depois, acordou sobressaltada com a escuridão da noite.

- Liam? - Questionou, remitente. Ele respondeu de imediato, um "sim" meio ensonado que fê-la continuar com um tom de voz baixo. - Podes acender a luz?

Quando o quarto se iluminou, Alison estava a sorrir para ele.

- Estás bem?

- Sim, é apenas... Eu gosto de dormir de luz acesa.

Ele sorriu de volta, abraçando-a. O seu corpo ainda estava quente e a sua pele era tão macia que parecia veludo. Passado uns minutos, sentiu que Alison adormecera e Liam tirou o seu braço lentamente, deitando-se no seu lado da cama. Nunca tinha passado a noite com alguém num quarto de hotel. E juntando a isso, mesmo com Alison a seu lado, completamente nua, não consiga parar de pensar nela.

E foi quando ele percebeu que ela podia ser amor verdadeiro. O melhor amor que acordou a sua alma e fá-lo procurar por mais e mais, que o estimula, que no final do dia, lhe trás paz aos pensamentos. Era isso que ela lhe dava e era isso que ele esperava dar... Talvez, para sempre.

Sobressaltados, acordaram com o toque de mensagem do telemóvel de Liam. Este levantou-se, procurando o aparelho entre as roupas abandonadas no chão. 

- O que é?

Ajeitou os boxers e olhou para Alison. Olhou novamente para o ecrã e passou a mão pela cara, bocejando. - É o Javi...

Ela ficou na expetativa, esperando saber algo mais, mas até parecia que Liam tinha dificuldades em ler uma simples mensagem. Era uma manhã lenta.

A claridade já penetrava no quarto de hotel, o que fez com que Liam apagasse a luz. Calmo, colocou o telemóvel em cima da pequena mesa de cabeceira, esfregou os olhos e recostou-se para trás. A loira aproximou-se, puxando o lençol, deitou-se no peito nu de Liam, e depois murmurou, também lentamente: - Se tens coisas combinadas com os teus amigos... É óbvio que podes ir...

- Não é isso - Respondeu logo de seguida, fazendo-lhe uma festa carinhosa no rosto.

- Queres contar? 

- A Wendy perdeu o bebé.

 

 

 

Muito obrigado pelo apoio. Sem vocês isto não fazia sentido.

😍😍😍

 

um beijinho,

Anna 

4 comentários

Comentar post