Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 4 - "Inconveniente."

Capítulo 4 - "Inconveniente"

 

Eram 8h quando Andie se levantou. Estava um dia fresco para quem mora em LA. Correu ao quarto de Kelly, mas já não lá estava, tinha deixado um bilhete a especificar que naquela manhã estaria a trabalhar. Sozinha em casa, vestiu-se rapidamente. Ia encontrar-se com Claire para tomarem o pequeno-almoço e, por isso, foi até ao café combinado. Quando chegou Claire já estava à sua espera. Tinha imensas saudades dela, durante estes 3 meses de Verão viram-se apenas uma vez. Foi um longo verão.

- Hello! - Cumprimentou Andie aproximando-se da amiga para lhe dar um grande abraço juntamente com um beijo. Claire afastou-a dando-lhe, apenas, um leve beijo na bochecha. Notou distância. A mudança de visual de Andie foi totalmente ignorada. Sentaram-se. - Como tens passado? 

- Estou bem. E tu? - Respondeu levantando a mão para chamar o empregado. Pediu um galão e um croissant com chocolate. O jovem empregado olhou para Andie que se apressou a pedir o mesmo enquanto este escrevia e se afastava lentamente.

- Bem - Apesar do seu desinteresse, contou-lhe histórias de audições que fizera em Texas. Já saberia se tivesse retribuído as mensagens e chamadas que deixara. - O que é que fazias em Phoenix? - O empregado trouxe os pedidos e Andie agradeceu.

A expressão de Claire mudou. - Como é que sabes que estive em Phoenix? - Tirou um guardanapo e começou a comer o croissant. Estava mais zangada agora. - Nem tudo gira à tua volta!

- Através de uma aplicação nova que os telemóveis têm. Situam as pessoas. Estás a ser inconveniente e rude. Sou tua amiga!

- Whatever! Vou mudar-me para Seattle. Conheci um homem e começámos a namorar, ele trabalha em Seattle e... estamos a pensar ir morar juntos.

Arregalou os olhos. - Ainda ontem disses-te que estavas a pensar, agora já é uma decisão definitiva? O que é que ele faz em Seattle? O que é que o teu pai acha disso? - Perguntou muito rápido. Não acreditara que Claire tinha tomado essa decisão sozinha.

Não respondeu logo, comeu lentamente como se nada se passasse. Andie começou a comer também. - O meu pai não sabe de tudo. Eu vou estudar para lá, e mais para a frente, conto-lhe do meu namorado. Eu passei muito com ele, é o que ambos queremos, é a nossa felicidade. Ele trabalha numa universidade - Acabou de comer e olhou para o telemóvel. Faziam 10h certas. 

Andie, estupefacta, tentou processar a informação. - Não podes ir, Claire... Estás a atirar-te de cabeça, não faças isso por um rapaz que acabaste de conhecer... E esconder isso da tua família, não me parece boa ideia. 

- Eu não te pedi para opinares. As minhas amizades vão-se manter. Não se trata só de um rapaz, que nem rapaz é... é um homem, trata-se também do meu futuro. Mas tu não compreendes isso - Foi á carteira e tirou uma nota. Colocou-a em cima da mesa e levantou-se, colocando a mala no ombro. - Se não afeta a tua vida, então, não é importante, certo?

* * *

 

Foi-se embora deixando Andie a acabar de comer sozinha. Estariam os amigos a pregar-lhe uma grande partida? Quando acabou, foi ao cabeleireiro para pintar o cabelo da cor natural. Robert chegava esta manhã e planeara estar com ele naquela tarde. Decidiu ir fazer uma visita á irmã. Ao menos, havia alguém que queria saber dela. Fez o caminho todo a pé. Quando chegou ao Times já era quase hora de almoço, estava cheio de gente e não havia onde sentar. De repente, viu alguém com o braço no ar a fazer-lhe sinal. Era a Ashley, achava. Aproximou-se da mesa. Estava acompanhada pelo outro rapaz, o Ethan. 

- Bad sis que virou good sis, como estás? - Ironizou Ashley, mandando um pequeno riso.

- Olá - Tentou tomar uma atitude superior, mas não gostou do tom.

- Tivemos saudades tuas! Especialmente a tua irmã, após lhe teres roubado o namor...

A interrupção deveu-se à cotovelada que Ethan deu arregalando os olhos.- Não ligues, ela consegue ser muito... inconveniente. Senta-te - Convidou. - E eu tenho de ir andando. Tenho de ir trabalhar. See you, girls - Saindo do Times ainda vestiu o casaco. Andie sentou-se, ficando frente-a-frente com a loira, finalmente.

- Terminaste com a depressão? Tão nova e tão parva que és. Sem saber o que é mesmo deprimir e como a vida pode ser realmente injusta - Ashley revirou os olhos. - Sei perfeitamente o tipo de pessoa que és. Hipócrita.

- Estás a ser muito inconveniente - Manteu a calma, lembrando-se de Robert e do que iria fazer naquela situação, mas a loira continuou.

- Achas que por teres voltado a pintar o cabelo que conquistas de novo a tua relação com a Kelly? Estavas melhor em Dallas - Afirmou. Arrasou de tal modo Andie que a deixou com as lágrimas nos olhos. O dia não estava a correr bem, definitivamente.

- Não tenho de ouvir isto vindo de uma pessoa que nem sequer me conhece - Levantou-se a dirigiu-se para outra mesa. Ashley voltou a revirar os olhos. Teve noção que o que disse foi de maldade. Tentou remediar as coisas, sentando-se na mesa de Andie.

- Peço desculpa pelo que disse á pouco. 

- Tens razão. Não faço aqui nada. Estão todos de costas voltadas para mim - Desabafou Andie colocando o telemóvel na mesa, após ler uma sms do britânico.

- Estás a dizer que a vida está de costas voltadas para ti? Porque dizes isso?

- Estou. Porque ninguém quer saber de mim. Estão todos a avançar com a vida. O meu namorado, os meus amigos... Todos ocupados, cansados ou até mesmo cegos para compreender que eu continuo aqui. Parece que fiquei bloqueada num só sitio. 

- Não sabes nada acerca da vida, acredita.

- E o que é tu sabes da vida? És uma loira mimada - Viu a irmã a passar lá atrás. - Como é que conheceste a Kelly? E o Ethan? Vocês namoram?

- What? Somos amigos - Pegou no copo da água e bebeu. Quando o pousou ganhou coragem para contar algo a Andie. Queria compensá-la por ter sido fria. Queria ganhar a confiança dela. Séria, começou: - Conheci o Ethan quando tinha 16 anos, nas aulas de condução. Engravidei de um rapaz reles e desonesto. Fui expulsa de casa praticamente ao pontapé. Ninguém da minha família quis saber de mim, nem as pessoas que achava que eram meus amigos. O Ethan foi a única porta que se abriu para mim. O mais inesperado. Falei com a Madre Superior até que chegámos a um acordo: tomava conta do meu filho, dava-lhe tudo o que precisasse incluindo uma boa família e, em troca, eu deixava a cidade e recomeçava de novo. E foi isso que eu fiz, sozinha. Tinha apenas 16 anos. 16. Andei por várias cidades até que reencontrei, de novo, o Ethan, e decidimos que estava na altura de assentar. LA foi o sitio escolhido. 

- Porque me estás a contar isso? - Perguntou, sem saber quais palavras usar.

- Só quero que percebas que há pessoas que passam por muito mais do que tu. Têm batalhas dia após dia, e nunca se queixam. Não quero que fiques com pena, quero que penses e ponderes se as pessoas que consideras amigos, são realmente isso. Passar por um turbilhão de coisas repentinas, tornou-me melhor pessoa apesar de não se notar. As tuas coisas vão resolver-se, mas faz por isso - Pegou no copo e bebeu o resto da água. Kelly estava a aproximar-se, o que fez com que Ashley se apressa-se a dizer. - O teu cabelo está lindo e, só para que conste, estás melhor cá - Sorriu.

- Está tudo bem meninas? Querem alguma coisa? - Perguntou Kelly com o bloco de pedidos na mão. - Vi-vos a mudar a mesa.

- Tudo bem, darling. O sol estava a bater na janela e a incomodar-nos. Nem calor nem frio, nem parece LA - Pegou no casaco, vestiu-o e levantou-se. - Well well, está na minha hora, tenho de ir fazer as compras do mês ou o Ethan dá cabo de mim.

Após a saída da loira, olhou ao relógio, eram quase 13h. - Queres ir almoçar comigo? Ou já tens outros planos?

- Estou por tua conta! - Exclamou com um pequeno sorriso, satisfazendo a irmã.

* * *

 

Quando Kelly terminou o turno seguiram para Santa Mónica, onde passaram uma tarde fantástica, sempre animadas. O objetivo era mesmo animar Andie. Esta contou tudo a Kelly. Tudo o que se passou antes, durante e depois do Verão. Com Claire, com Zac e com Robert. Tudo o que a estava a incomodar. Se calhar foi um pouco inconveniente, mas já não queria saber. Foi um peso que tirou de cima. Combinaram inscrever-se numa Academia no inicio de Setembro, numa espécie de escola. Já não havia nada que separasse aquelas irmãs, certo? Acabaram por jantar no Mc'Donalds no regresso para casa. Kelly estava a dobrar alguma roupa na sala enquanto que a outra permanecia na casa-de-banho do piso de cima, a tirar a maquilhagem, quando o seu telemóvel tocou.

- Cam? - Atendeu Andie sorrindo.

- Hello, beautiful! - Saudou Ryan Cameron, dando um pequeno riso.

- God, ainda ontem era para te ligar - Riu-se.

- Isto é telepatia! - Exclamou, apressando a conversa. - Em tempos, disseste que moravas mesmo em LA, estás por lá do género... agora?

- Claro! Está tudo bem? - Guardou o desmaquilhante no armário e puxou de um banco. Sentou-se.

- Sim sim. Como vão as coisas?

- Já estiveram melhores. 

- Bom, então parece que cheguei na altura certa. Estou em LA.

- You whaaaaat? - Deu um grito histérico de felicidade. Finalmente uma boa noticia. Estava tudo a começar a recompor-se. - Vais dormir onde? Queres vir para a minha casa? Só está cá a minha irmã, e há um quarto livre!

- Believe! Havia uma audição e decidi arriscar. Estou em casa de uma tia, don't worry! Amanhã, estás livre? - Perguntou com intensão de melhorar o humor da amiga. - Como está a tua irmã?

- Ficaste com o papel? Estou! Vou mostrar-te LA, vais adorar! Nós estamos bem. Já resolvemos tudo. 

- Só cheguei até à segunda fase, depois um tcheco qualquer ficou-me com o papel!

- Oh, shit! - Abanou a cabeça descontente.

 

No piso de baixo, onde estava Kelly, bateram à porta com muita insistência. Levantou-se. Gritou uns quantos "já vai!" e quando abriu a porta não queria acreditar no que vira. - Robert? - A admiração era total quando se confirmou. Estaria tudo realmente a compôr-se? Robert veio para ficar? O que trará de proveitoso a vinda de Ryan para LA? O que se passa realmente com Claire? Achas as revelações de Ashley verdade? 

 

Espero que tenham gostado, happy friday!

um beijinho,

Annie 

14 comentários

Comentar post