Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 6 - "Stand By Me"

Capítulo 6 - Stand By Me

 

Resultado de imagem para nina dobrev smile gif

A ocupada manhã de sexta-feira de Hayley tinha acabado de melhorar, quando vira uma cara conhecida, num bairro, ainda desconhecido. Javier prestou-se logo para agarrar noutro caixote, escrito por fora coffee machine.

- A máquina do café é a maior invenção de sempre!

- A sério? - Ela riu, tirando uma última caixa da bagageira do táxi, que arrancou de imediato.

- Esta manhã estava a arranjar o pequeno almoço ao Liam, que estava atrasado, como sempre - Sim sou quase Pai dele, até lhe engomo as t-shirts, imagina só. - E em menos de um minuto tirei dois cafés! Alguém imaginava isto acontecer à cinco décadas atrás?

- Quando entrares na fraternidade podes fornecer café grátis ao estudantes - Comentou, mas vendo a expressão de Javier, arqueando a sobrancelha, corrigiu, lentamente: - Só em épocas de exames.

- Vou refletir nisso! Até por que aquele lugar já é meu...

- Não sejas assim...

- Assim como?

- Exibicionista... Convencido... E competitivo!

- Oh, querida - Começou, segurando-lhe a porta. - Metade espanhol, metade americano... Até o Liam concorda!

- Então, ele e a Alison já resolveram as coisas?

- Achas? - Perguntou com sotaque acentuado, enquanto entravam no prédio. Depois, parou, perplexo. Típico de Javier - Espera, estás a viver aqui?

- Mudei-me a semana passada - Começou por explicar, tirando a chave do bolso traseiro. - Já não suportava a outra casa, para além da renda elevadíssima, uma das inquilinas era uma lapa, outra tinha um namorado que só se babava. Não tinha privacidade - Encolheu os ombros, empurrando a porta. Assim que pousou as caixas, concluiu: - Mas também não sei se vou ficar aqui.

- Por quê?

- Os meus vizinhos de cima são intragáveis.

- Qual é o teu andar? - Perguntou finalmente.

- 1º A.

- E achas os teus vizinhos intragáveis? - Javier quis confirmar com um sorriso maroto.

- Bom, eu não os conheço, mas fazem imenso barulho, mesmo à noite. - Quando a morena assegurou, Javier soltou uma gargalhada. Tão elevada que até se ouviu o eco na escada. - O que é? - Perguntou.

- Eu e o Liam moramos no 2º A.

- Estás a brincar? - Deu-lhe um pequeno encontrão. Nunca poderia imaginar que os dois amigos residiam na habitação de cima. A gargalhadas do espanhol continuaram, pelo que se precipitou a fechar a porta.

- Tu és muito porreira, HayHay mas, em menos de dez minutos, ofendeste-me com adjetivos sobre a minha pessoa. E eu acabei de carregar os teus caixotes. Não dá... Tens de compensar-me.

- Ideias?

- Uma saída... A dois - Hayley sorriu, fingindo-se impressionada. - Mas antes... Temos de ser amigos no facebook.

Foi a vez da morena soltar uma gargalhada. - A sério?

- Claro! Sou muito mais fixe online.

 

***

- O que fazes aqui? - Questionou apercebendo-se da inesperada visita do irmão ao seu apartamento.

Ele entrou e sentou-se no sofá. A conversa fluiu alegremente, porém, fora interrompida quando Alison, literalmente, saltou da cadeira, assustando-se com o som de um pequeno trovão. Trovões em pleno Outubro não era um bom sinal. Fechou a janela brutamente e depois regressou, sorrindo, não mostrando a sua parte fraca. A parte de Alexis.

Chad fingiu não compreender e olhou ao redor, observando a sala comum. Era a divisão mais ampla, com grandes janelas para o exterior, onde se juntavam a habitual sala de estar e cozinha. Como último andar do pequeno prédio, havia uma pequena escadaria que dava acesso a um terraço.

- A mãe e o pai também não gostam que estejas cá sozinha - Partilhou Chad.

- Eu não es...

Ele interrompeu, imitando a sua voz. - Não estou cá sozinha, já ouvi isso, Al, mas se reparares bem, estás. Vais para a faculdade, voltas, vais para o clube, voltas, jantas, estudas...

- Não quero mais. Não preciso de mais.

- Achas que me descansa ler uma mensagem deixada no facebook, às três da manhã, dizendo "já cheguei"? O mundo lá fora... É horrível.

- Pensas que não sei isso? - Levantou-se, aborrecida. Olhou lá fora. Um quente raio de sol já tinha aquecido os vidros. Pegou na mala e saíram para o prometido almoço.

Passado uns minutos de iniciarem a refeição, num café perto da casa da irmã, Chad proferiu: - Estive com o Liam, à bocado... - Alison olhou-o, indiferente, quase dizendo seca "ok". Notou que o assunto era recente, pelo que o contornou, temporariamente: - E conheci a Hayley, parece ser uma boa pessoa... 

- Não, Chad, não posso deixar entrar ninguém.

- As coisas são mais divertidas... Quando tens alguém com quem partilhar. Um conspirador. Tu podes fazer o que quiseres, com o amigo certo ao teu lado. Talvez a Hayley seja o teu...

Arranjou uma desculpa e saiu assim que pôde. Não é que não gostasse da companhia de Chad por que gostava. O que não gostava era das suas visitas e preocupação. Já no exterior, observou o irmão, ainda terminando a sobremesa. Talvez ele tivesse razão, talvez estivesse na altura de deixar alguém entrar. 

 

 

 

O que estão a achar da Parte II de I Can't Take My Eyes Off You?

Muito obrigado a quem lê, comenta e deixa os seus favoritos capítulo após capítulo. Mal posso esperar para vos mostrar as próximas cenas 🤗

 

 

um beijinho,

Anna Williams.

4 comentários

Comentar post