Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 7 - "Invest in Love."

Capítulo 7 - "Invest in Love."

 

O longo beijo levou-os até dentro de casa de Andie, onde Robert fechou a porta com um pé, nunca deixando de beijar a namorada. Lentamente, os seus corpos moveram-se para o sofá onde Andie se deixou cair. Ofegante. De repente, o telemóvel da rapariga começou a tocar acabando com o clima. Robert saiu imediatamente de cima da Andie, dirigindo-se até ao pé da janela onde esticou a camisa e penteou o cabelo, como se não fosse nada.

 

"Cam! (...) Não esqueci, não! Fazemos assim: situa a minha chamada e vem cá ter a minha casa. (...) Vais ás aplicações das chamadas e deve aparecer logo o meu número para estar ligado ao teu, depois carregas em ligar e já está. Situados! (...) Até já."

 

Desligou e riu-se, por 4 segundos. Depois, depois ficou séria, olhando para Robert de cima para baixo. Um sentimento de saudade apoderou-se da rapariga. Após aquele "ataque", agora mais calmos, tinha imensas perguntas para fazer a Robert, não sabendo por onde começar. Levantou-se e andou ás voltas pela sala. O britânico sentou-se. Quieto e imóvel observou o novo visual de Andie. Não deixava de pensar o quanto era bonita. Decidiu quebrar o silêncio. - Desculpa - Admitiu, tentando manter contato visual - Eu lamento muito.

A rapariga olhou-o com o olhar triste. - Porque é que não me ligas-te? Porque não quiseste saber de mim quando voltaste?

- Problemas atrás de problemas, eu nem sei, não queria arrastar-te! - Exclamou um pouco assustado - O que se passa com a tua irmã? Está com algum problema de identificação de pessoas? Eu sou dos bons!

Andie riu. - Ela expulsou-te. Desculpa, mas mete imensa piada, não consigo controlar-me. Só de imaginar tu aqui à porta e ela com um ar de extreminador implacável dizendo: "Sai, sai antes que chame a polícia" - Deu várias gargalhadas. Robert contemplou, já tinha saudades de ver o sorriso de Andie - Tenho de vestir qualquer coisa decente. Vais ficar aí expecado ou vais contar-me o que se passa?

 

***

Pela mesma altura, Kelly trabalhava no Times, agora com pouco movimento. Servir à mesa era uma coisa que nunca tinha imaginado fazer, mas estava a dar-se muito bem. E o dinheiro também dava jeito. 

- Estás sozinho ou estás à espera de alguém? - Questionou aproximando-se de Ethan, sozinho numa mesa, bebendo café.

- Hey! Sou só eu. Como está a tua irmã?

- Está tudo a compôr-se. Até a Ash já travou amizade com ela, acreditas? - Deu um pequeno riso - Por falar nela, por onde anda?

- Aquela loira consegue sempre superar as expetativas, inacreditável! Foi tirar umas fotocópias por causa das incrições na Academia...

- Ethan, eu e a Andie estivemos a conversar sobre um assunto delicado e... - O moreno debruçou-se sobre a mesa, atento - Tu sabes o segredo da Ashley, certo? - O moreno fez um ar de despercebido e, depois ficou assustado, murmurando vários "Sh...". - Não sou estúpida, eu sei que sabes e, por isso, é que preciso da tua ajuda! - Aproximou-se - Eu quero levar a Ashley a ver o seu filho.

- Tu não podes fazer isso, foi feito um pacto, não podes remexer no passado. Não fales disto a ninguém e, já agora, porque contas-te à tua irmã? - Tentou explicar que foi a própria Ashley mas não quis saber.

- Era só uma vez! Ethan, ela não tem mais família cabe a nós, como amigos, investir no amor! - Exclamou, olhando à volta, mais clientes - Eu tenho de ir. Mesmo que não concordes, eu e a Andie vamos em frente com isto. A Ash merece - Levantou-se pegando na chávena de café e, quando regressou, Ehtan chamou-a.

- Eu alinho.

*** 

E Robert contou tudo. Zac não ia abandonar a cidade. Claire encontra-se com problemas, mas não tem certezas. Ela namora com um rapaz, está distante e, contou da sua visita com Zac à sua casa, em que a ouviram a discutir com esse possível namorado. Imitou-a com algo do género "não faças aos meus amigos, não sabes com quem te estás a meter". Acrescentou sobre a aproximação de Megan, por fim. Mas Andie, não comentou ficando muito pensativa, estava na casa-de-banho a mudar de roupa enquanto que Robert, do lado de fora, conversava: - Posso saber com quem é que estavas a falar?

- Com o Ryan. É a primeira vez em LA e vou ser a sua guia pessoal - Deu um pequeno riso.

- O da audição, do Texas?

- Sim.

- Do sotaque?

- Sim (?)

- O "Situados"?

- Sim.

- Só me faltava isso! - Revirou os olhos.

- Não refiles, aqui quem está zangada sou eu! Para além do mais, ele é meu amigo e eu gosto de amigos - Saiu com umas calças de ganga e uma blusa vermelha. Maquilhagem foi o ponto que surpreendeu Robert - Agora, preciso que arran...

- O número, eu sei. Sabia que ias pedir.

Uma felicidade apoderou-se de Andie, por saber que Robert a conhecia tão bem, mas não o quis mostrar. - O que quer a Megan? - Megan foi uma ex-namorada de Robert, o relacionamento não acabou da melhor maneira, mas agora, ela estava de volta.

- Ela está no set de rodagens do filme. Do meu filme. Quer uma re-aproximação... Como era suposto dizer-te? Hey love, a Megan está em LA e quer jantar comigo. Queres vir? Podemos dividir noodles pelos três

Andie voltou a rir. Depois, mais séria, sentou-se no sofá junto de Robert - Isto é só faxada?

- Nós somos reais - Entrelaçou os seus dedos nos de Andie e esta aproximou-se. Brincou com a sua barba antes de o beijar. O rapaz afastou-se - Não estás zangada? Tens razões para isso, correto?

Andie voltou a aproximar-se fazendo uma pequena festa na cara do namorado, entrelaçou os dedos no cabelo e olhou-o fixamente. - Nós estamos numa relação. Se tu me dizes que não é nada de especial, essa coisa da Megan, eu acredito. Acredito porque confio em ti, compreendes? Para além do mais, esperaste à minha porta quando podias ter simplesmente tocado. Isso diz muito acerca de ti - Robert acenou com a cabeça e, evitando que Andie se levantasse, puxou-a para si - Tive saudades tuas!

- Eu quero tornar a nossa relação publica. Vários colegas do set já me perguntaram por ti eu não sei o que hei-de responder. Quero poder dizer a todas as pessoas quem é a minha namorada. Quero poder andar na rua de mão dada contigo sem ter de me esconder. Sem ter de te esconder - Os olhos de Andie brilhavam. Foi das coisas mais bonitas que algum dia ouviu.

 

***

- Eu... eu prometo, vou pensar nisso! - Após ver Robert cabisbaixo, concluiu: - Ei, não quer dizer que eu não queira o mesmo que tu, porque quero, mas pode ter consequencias... Eu não quero perder a minha liberdade. Nem a minha, nem da minha família. Não sou famosa ou reconhecida, nem quero ser. Há algum problema com esse facto?

- Não, claro que não... - Respondeu sério. E na realidade, não havia. Tocaram à porta mas, antes da rapariga ir abrir, teve direito a outro elogio - Babe? Gosto desse corte de cabelo, é adorável.

Beijaram-se.

- Hei-de investir sempre em ti e o nosso amor - Abriu a porta. Era Ryan Cameron. Mereceu um grande abraço. Daqueles que as crianças dão super apertadinhos - Ainda me custa a acreditar que estás aqui!

Ryan entrou. O grande sorriso rapidamente se desfez ao reconhecer o indivíduo presente. Arfou e apontou - Quem é este?

- Este é o Robert Pattinson.

 

 

um beijinho,

Annie 

11 comentários

Comentar post