Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 9 - "The He in the She"

Capítulo 9 - The He in the She

 

Resultado de imagem para nina dobrev smile gifs

Na manhã de Sábado, Liam apanhou Javier na esquadra, já libertado e com a problemática resolvida, passava pouco das nove horas. A caminho de casa, no carro, não houveram muitas conversas. Estavam ambos cansados e a precisar de uma boa noite-manhã de sono. Deitaram-se, mas por volta das onze horas já estavam a pé.

O Domingo foi idêntico. Um pequeno almoço tardio e uma cena de Game Of Thrones, foi a brecha para Liam puxar a atenção de Javier, com o assunto que não o fizera dormir: - Anteontem fui a Little Italy... Ter com a Alison.

- Passaste lá a noite?

Instantâneo foi também o revirar de olhos de Liam. - Não! Por que levas as coisas sempre para esse lado?

- Não levei coisa nenhuma, não sou como tu - Afirmou, na brincadeira. Liam arqueou a sobrancelha, não acreditando. E Javier, incomodado com aqueles olhares, explicou-se, tentando ficar sério: - Como têm muita coisa para resolver... Podias ter lá ficado... A resolver... Derrubando paredes com a verdade... Conversando.

O ar de gozo do espanhol fez Liam pegar em vários objetos, atirando ao amigo. Almofadas, comando da televisão, pisa papéis, uma vela, tudo o que vinha à mão era suficiente para iniciar uma guerra. Javier e o seu riso incontrolado, fugiram para o quarto.

Minutos depois, Liam apareceu-lhe à porta. - Ei, veste qualquer coisa... É para ti.

- Quem?

Enfiou a primeira t-shirt que lhe viera à mão e rapidamente chegou à sala. Presenteando o sorriso de Hayley. - Como estás, vizinho? - Cumprimentou a jovem, ainda à porta.

- Bom, depois da intensa noite de ontem, começo a capacitar-me que não vou entrar numa fraternidade - Admitiu, um pouco desanimado. Por pouco tempo, pois, mal vendo o prato cheio de biscoitos, que Hayley trouxera, ficou muito, muito entusiasmado. Agarrou num, metendo-o logo na boca, enquanto se sentava no sofá. Hayley sentou-se também. - São para mim, certo? - Perguntou, enquanto mastigava.

- Espera - Disse, retirando-lhe o prato. Ainda interessada pelo primeiro tema: - Por quê?

- Não me lembro onde deixei a candidatura, provavelmente caiu com aquela confusão toda. Devia tê-la dado logo ao Liam...

- Tens a certeza que caiu?

- Só pode! Eu sabia que algo ia acontecer... Sempre odiei festas não organizadas por mim - Bufou. 

 

***

 diego boneta GIF

- Acho que não está nada perdido. Eu entreguei a tua candidatura à mão do presidente. Bom, foi mais a Alison... - Javier ficou calado, surpreendido. Mais do que já estava com a sua visita. Ela olhava-o de uma maneira penetrante, sincera e meio mandona. Imitou-o: - Para além disso, vim cá também para te dizer que tens de compensar-me.

- Eu? Por quê?

- Foste preso no nosso primeiro encontro - Ele ficou estupefacto com o que ouviu. Mas aquilo era um encontro? Que loucura! Ia tão mal vestido!, pensou, mesmo antes de Hayley terminar: - E quanto a isto - Voltou a passar-lhe o prato. - São para os dois. Para a despedida.

- Não, querida, eu não me vou embora...

Hayley revirou os olhos. Tudo tinha de ser sempre sobre o espanhol. Explicou, então, que ia dividir o apartamento e despesas com a Alison, em Little Italy. Era mais compensatório.

- Está bem - Javier concordou, após troca de olhares com Liam. - Contudo, e como o nosso relacionamento está a avançar muito depressa... Espero que tragas, todos os fins-de-semana, um prato destes...

- Trago para os dois, claro!

- Outra vez, HayHay? Ele não precisa. 

Liam, que se tinha retirado para outra divisão, para praticar exercício físico, regressou do quarto assim que ouviu o nome "Alison". Sem querer dar nas vistas, pegou na garrafa de água e bebeu uns golos.

- Ele não precisa por que está a tentar ser o próximo Schwarzenegger - Repetiu, mencionando a evolução do corpo do amigo, comendo mais outro biscoito.

- Cala-te, cabrão - Ripostou, atirando-se para cima do espanhol e retirando o biscoito da sua mão.

O encontro naquela tarde de Domingo foi inesperado, mas bom. A presença de Hayley, fazia bem a Javier. Era notório que sentia algo por Hayley e queria deixá-los a sós. Para se conhecerem, digamos. Abandonou a residência, meio desculpando-se, para completar o seu exercício físico de fim-de-semana, fazendo uma corrida.

Entrou em casa eram quase 19 horas, arfando e com a t-shirt suada. Hayley já não se encontrava lá, mas parecia que não tinha acontecido nada de mais entre os dois, visto a casa estar intacta.

Dirigiu-se para a casa-de-banho e mesmo antes de abrir a torneira do duche, ouviu Javier gritar, informando: - O teu telemóvel tocou. Acho que deixaram mensagem de voz.

 

***

Olá, sou eu. Não sei como dizer-te isto... (pausa) Muito menos por telefone, mas... (pausa) Parece que não tenho coragem para mais... Portanto... Ainda bem que não atendeste, perdia a coragem só de ouvir a tua respiração (riu-se, mas rapidamente continuou). Eu sei que não posso culpar-te por não tentares. Estou a afastar-te, novamente. Esta não é uma situação justa para ti. Também não posso culpar-te por pensares que não me conheces... Apenas... (suspiro) Quero que saibas que lamento... Depois de tudo o que eu sofri, só estava a tentar proteger-te, mas sei que me perdi pelo caminho. Contigo. Não quero cometer esse erro outra vez, nem magoar mais ninguém. É por isso que te nego. E sinto-me tão mal por isso. 

Acho... Sinto que não sou suficiente para ti porque... Talvez não consiga dar-te tudo... 

Bom, aqui estou eu, com todo o meu coração, rezando para que entendas... Eu sei que te dececionei... Mas tu, sem saberes de nada, deste-me tanta força... Dizes o que mais ninguém diz... Sabes chegar até mim... Sabes o que eu preciso... Preciso de ti.

Eu sei que estás com outra pessoa. E não estou a deixar-te mensagem para competir ou deixar-te mais confuso... Apenas... Para saberes o que significas para mim e... Eu sei que é uma loucura mas... Se quiseres arriscar apenas... Pega na minha mão.

(pausa acompanhado de breve riso nervoso)

E dizer isto por telefone mostra muita maturidade, não é? 

 

 

 

Um capítulo a meio da semana para vos dar força! Gostaram?

Obrigado a todos/as e continuem a partilhar os vossos pensamentos de I Can't Take My Eyes Off You nos comentários 👋

 

 

um beijinho,

Anna Williams.

4 comentários

Comentar post