Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 24 - "Ties That Bind"

Capítulo 24 - Ties That Bind

 

Resultado de imagem para salma hayek gifs

Entraram na sala, dando com Natalia, mãe de Javier, encostada a uma janela, espreitando.

- Que se passa, madre

- Está uma linda guapa lá fora.

- É a namorada do Liam.

Liam riu, não desmentindo, e depois informou: - Ela não vai entrar.

- E por que não? - Perguntou Natalia, fechando a cortina. A troca de olhares entre Liam e Javier, fizeram a desconfiança sobressair. Aproximou-se do filho, cruzando os braços - O que fizeste tu, Javier Rodriguez?

- Eu? Por que é se supõe sempre que a culpa é do espanhol?

- Javier! - A progenitora gritou-lhe, chamando-o à razão. Lançou-lhe aquele olhar. Aquele olhar que só as mães sabem fazer que, por vezes, nos fazem tremer. Ele olhou Liam, numa tentativa de o ajudar a sair daquela situação. Sem sucesso.

- Madre... Eu... Posso ter-lhe dito umas coisas menos simpáticas.

Natalia levantou a sobrancelha. Falou-lhe daquela maneira rápida, energética, que unicamente os sul-americanos sabem - Então, ela fez inúmeras milhas apenas para ficar dentro do carro...? Por algo que tu disseste?

- Isso mesmo - Foi Liam a falar, apoiando Natalia.

- Ela é jovem, linda, estamos em Dezembro, na Venezuela, e é quase noite... Arrasta esse rabo lá fora, colocas o melhor sorriso que tiveres, pedes-lhe desculpa e convidas-a para nossa casa.

- Não vou fazer isso...

- Vais - Desta vez, pareceu-lhe mesmo convincente. - Enquanto eu vou preparar um chá. Ajudas, não ajudas, Liam?

- Claro - Liam confirmou, dando o braço à mãe de Javier. Este, bufafa enquanto olhava pela janela.

 

***

1.jpg

 

- Então, parece que tenho de aceitar as tuas desculpas.

- Tu é que sabes - Saiu-lhe, bruto, e só depois percebeu que Ali se metia com ele. Na verdade, o plano que imaginou, enquanto caminhava para loira, era mesmo o de atacar. Comandar a conversa - Eu e o Liam vamos ser amigos até virarmos fantasmas.

- Eu sei.

- E... Eis o problema: Ele ama-te, mas também me ama a mim. E não quer um drama digno de filme, como se tivesse de escolher entre um de nós. Eu concordo - já sofreste o suficiente por um país inteiro. Portanto, parece que vamos ter de nos suportar.

Alison olhava-o. Sempre tão serena, e dizendo o mais acertado, fez com que Javier percebesse que ela não fora a namorada comum do Liam, tinha sim, algo de especial, e desejou não ter dito o que disse. - Falas como se me odiasses. E isso não é verdade. O que me disseste, em Chicago, não eras tu a falar. Era o teu desespero. No momento que viste a tua família a despedaçar-se, viste o Liam a afastar-se, com uma loira, de adolescência conturbada, a sua nova apaixoneta, que conhece à dois dias e se atravessou à frente de um comboio, desafiando a vida. E lamento imenso por isso. Aliás... Por tudo... 

O espanhol sentou-se ao lado da loira, baixando a agressividade e explicando o que realmente vai no seu coração. - Esta situação da minha madre com o padre... Deixa-me muito triste.

- Eu sei e, por isso... Sentires ciúmes de mim... É apenas estúpido e sem sentido. Já tens muito em que pensar. Eu não quero ser um problema para ti. Da próxima vez, por favor, Javier, fala com o Liam... Mesmo que ele pareça estar ocupado... Nunca o vai estar para ti. Fala com ele... Não tens de te sentir perdido - As palavras ecoaram na cabeça de Javier. Alison tinha razão em tudo o que disse. Voltava sempre, àquela manhã, de Chicago. - Eu sei que não devia ter-te respondido assim também, mas... Já passou tanto tempo que eu... Fiz algum amigo... E, às vezes, parece que já não sei como funciona.

- Oh, Ali...

Ela suspirou. É tão comum dizer o que a outra pessoa quer ouvir, para despachar a conversa, em vez de lutar pelo que importa. E ser verdadeiro.

Javier quebrou os seus pensamentos. - O Liam disse que a Hayley sabe... Não fui eu. Não falo com a Hayley à semanas... Acredita...

- Está bem.

- Eu sei que sou bruto e o pior amigo de toda a história, mas sou incapaz de revelar o teu segredo. Mesmo com a Hayley...

- Sim - Ela disse - Não faz mal.

- Não?

- Já não.

- Então, vais fugir?

- É o mais provável, não é?

- O Liam vai contigo?

- Não sei...

- Bom... Posso ir com vocês?

 

 

Feliz 2019, para os melhores leitores de sempre! 🎉

Obrigado pela paciência! A espera valeu a pena?

Contem-me tudo nos comentários 😊

 

 

um beijinho,

Anna.

2 comentários

Comentar post