Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Tower of Writing

you will never guess her secret...

Capítulo 27 - "Til I Hear It From You"

Capítulo 27 - Til I Hear It From You

 

 

4.jpg

- Hola, hermano - Cumprimentou-o quando entrou, vindo da sua corrida. Já o tinha procurado no Resort, na faculdade e até no café do costume. Só lhe restou esperar no apartamento, visto que o seu carro continuava estacionado. Liam soltou um "olá", duro, cínico e pouco surpreendido, enquanto se dirigia para o quarto. Javier seguiu-o, tentando meter conversa. - Pensei que tinhas mudado a fechadura...

- Tu moras aqui... Por que raio iria fazer isso?

- Bom, tu sabes - Arrastou, percebendo que Liam não lhe dava a mínima atenção. Primeiramente tirou a sua tshirt, amarrotando-a, caminhando para a casa-de-banho. Despiu as calças de fato treino e, de seguida, os boxers. - Passei pelo Resort, falei com o Logan, disse que me ia admitir na próxima semana...

- Que bom... Bom para ti - Admitiu, fechando a cortina do chuveiro.

Dez minutos depois, Liam saiu e, ainda enrolado na toalha, caminhou para o quarto. Javier já lá estava, sentado na cama. Levantou a cabeça quando sentiu a sua presença - Desculpa.

- Foi tão cínico e arrogante da tua parte, Javier... Ela continua a defender-te, sabias? Sempre a insistir que devia ligar-te... Se ela, ao menos, soubesse...

Interrompidos pela campainha. 

- Estás à espera de alguém?

Da Alison, sorridente, energética. Que entrava, surpreendida com a presença do espanhol. O silêncio entre os dois amigos significava que tudo estava na mesma. Liam murmurou-lhe um "olá, miúda" e em menos de três minutos vestia o blusão. - Vão sair? Ia preparar uns snacks... Também podes ficar - Javier olhou em específico para Alison.

- Não, ela não pode - Liam confirmou logo. - E eu também não. Temos um compromisso.

- Então, dá-me só dois minutos - O espanhol pediu, correndo ao quarto. Voltou com dois sacos e estendeu-os. Alison abriu logo o seu, enquanto Liam, à defesa, suspirou. Enquanto isso, Javier continuou o seu perdão: - É um presente. De paz. Para vocês. Comprei-o mais para... Foi mais para me redimir, mas... É sempre útil e... Super fofinho... Até podiam tirar uma fotografia!

- Javi - Liam chamou, sorrindo um pouco, vendo o conteúdo do saco. Cedendo... Por momentos, esqueceu a briga, voltou a ser o amigo de sempre. - Estou a tentar ser um durão do desporto e tu ofereces-me um pijama a condizer com o da Alison? E ainda dizes que temos de tirar uma fotografia?

- CLARO! O Instagram adora fotografias românticas...

Alison e Liam entreolharam-se, como pensando no mesmo. - E se eu te disser... Que não estamos juntos?

- Não faz mal... Vão estar num futuro breve, eu sei.

Liam baixou os olhos, começando a apressar. Pegou no guarda-chuva, empurrando delicadamente e, sem querer dar nas vistas, a loira para a saída. Porém, ela continuava a olhar para o espanhol, e nem Liam foi capaz de lhe conter as palavras. - O nosso compromisso é com a Hayley... Queres vir connosco? Sei que também tens uns assuntos a resolver...

 

 

***

Imagem relacionada

Encontravam-se há quinze minutos sentados, os quatro, num pequeno parque infantil, abrigados num telheiro, fora do campus da faculdade. Sábado, agreste tarde de chuva e diálogo inexistente. Não foi assim que nenhum deles, imaginou a conversa. Trocava olhares com Liam, minuto sim, minuto não, apenas para confirmar que tinha sido boa ideia. Sem certezas.

Ganhou coragem: - Não sei que hei-de dizer-te, Hayley...

Estava tranquila, consciente. Não queria descontrolar-se, muito menos em frente aos dois rapazes, mas sentia uma enorme revolta dentro de si. Previamente, constatou fatos: - Tu estiveste lá... Tu estiveste lá e nunca disseste...

- Eu lamento...

- Foi isso que disseste ao Liam quando soube? Já tens uma desculpa preparada para toda a gente que descobre?

- Não, não tenho...

Claro que Alison se sentia culpada. Arrependida, também. Todas as lembranças se esfumavam em saudade, estranheza. Alguma confusão, perdida em restos. Justificava-se como podia, através de ansiedades, compreendia o sentimento. Javier pediu calma, não havia necessidade de Hayley desbaratar daquela forma. Mas parecia que, quanto mais o espanhol falava, mais enervada Hayley ficava. Principalmente com as desculpas equilibradas de Alison, ainda pior.

- Tu viste o meu Billy morrer! Depois deixas-me viver contigo, por pena, só pode! Eu conto-te coisas pessoais, e nunca dizes nada... Nem o teu nome verdadeiro! Como pudeste?

Os gritos da morena começavam a perturbar Alison. 

- Precisamos de calma... Vá, Hayley...

- Tu precisas de calar a boca, também não fizeste melhor que ela.

- O Javier tem razão - Falou Liam pela primeira vez. Afastou-se, quanto pode. A conversa não era com ele e os acontecimentos também não. Porém, tinha de intervir. Anulava tudo de Alison, e dizimava Javier. - Tu já desabafaste, a Alison pediu desculpa. Estamos obviamente muito abalados... Já chega...

- Não, não chega! ELA É DOENTIA - Voltou-se para Alison, olhando-a, pela frialdade de abandono. Rematou, com algo que há muito pensara. - ODEIO-TE! Odeio-te para sempre! Devias ter morrido! TU! Quero dizê-lo até me apetecer... Por que não é justo! Ele é que devia estar vivo, não tu!

- Eu sei, Hayley... Tens toda a razão... Ele teria gerido a situação muito melhor do que eu geri... Por que ele tinha-te. E eu não tive ninguém - Confessou, cedendo. - Naquela sala... Eu vi a vida, os sonhos, as esperanças, de todos eles... A serem arrancados. Brutalmente. Não quero voltar a ver aquilo ou pessoas magoadas... Digo-te, Hayley, sabia da tua existência, mas nunca, nunca, relacionei as coisas... Por que... A probabilidade da minha colega de casa ser a ex-namorada do falecido Bill... Era nula.

- O mundo é muito pequeno, não sabes?

- Lamento, mesmo.

- Diz-me... Diz-me como foi.

 

 

Espero que tenham gostado 😉. Contem-me tudo nos comentários!

Alguém curioso/a pelo próximo capítulo? ✋

 

 

um beijinho,

Anna.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.